Veja como explorar a luz natural na sua casa para economizar energia

Veja como explorar a luz natural na sua casa para economizar energia

naturalight

Veja como explorar a luz natural na sua casa para economizar energia

O verão já está aí, aproveite para abrir as janelas da sua casa. Fazendo isto, você estará não só permitindo que o interior do seu imóvel fique mais ventilado como também que seus espaços fiquem melhor iluminados.

Aliás, deve-se, sempre que possível, aproveitar ao máximo a luz natural como forma de iluminação dos ambientes. Assim, não será necessário ligar tantas luminárias dentro de casa.

O que acha disto? Saiba que quanto mais você usar a luz solar a seu favor, menos precisará gastar com energia elétrica. E o verão é uma época perfeita para isto, pois os dias são mais longos, ou seja, é o momento do ano em que o sol costuma brilhar por mais tempo. Então, vamos reduzir suas contas?

Uma boa iluminação é fundamental

Iluminação é um dos detalhes mais importantes dos projetos de arquitetura. Inclusive, muitas propostas são desenvolvidas com base num conceito mais sustentável, onde se explora a luz solar e suas infinitas possibilidades com forma de iluminação para os interiores das edificações. O objetivo é desenvolver construções melhores, ou seja, com mais qualidade para os seus ocupantes.

“A iluminação natural (também) colabora com a fluidez estética da arquitetura.” – arquiteto Dimas Bertolotti, em reportagem de AECweb.

“As pessoas têm tendência a observar a forma ou tamanho da edificação e não prestam muita atenção na iluminação, mas os principais arquitetos usam a luz como elemento de projeto.” – arquiteto Dimas Bertolotti, em reportagem de AECweb.

“Nas grandes obras, o papel da luz é essencial, porque realça os espaços. Os profissionais que utilizam esse recurso conseguem desenvolver construções interessantes e esteticamente agradáveis.” – arquiteto Dimas Bertolotti, em reportagem de AECweb.

Por que investir em iluminação natural?

Com base no que foi dito antes, a explicação do porque vale a pena investir em iluminação natural é simples.

Porque isto favorece a saúde dos seres vivos, tornando-os mais alegres e produtivos. Favorece o próprio imóvel, deixando os seus ambientes menos insalubres, e com uma aparência mais ampla, leve e até segura. E quanto mais luz natural, menos lâmpadas acesas e energia gasta dentro de casa.

Como aproveitar melhor a iluminação em sua casa

Para conseguir aproveitar ao máximo a luz natural em um modelo de arquitetura, deve-se realizar o planejamento desse detalhe já no momento da concepção da proposta.

Antes de lançar o partido, é preciso que o projetista analise o clima da região onde será construída a edificação. Qual a quantidade de luz no local. A melhor orientação solar para cada setor da casa. E como a luz incidirá sobre o volume em todas as épocas do ano.

Depois de estudadas estas questões, é tempo de tirar o melhor proveito das condições naturais do terreno.

Todos os detalhes do plano de arquitetura devem contribuir para a uma iluminação natural dos ambientes da edificação. Deve haver janelas em número e tamanho suficiente com relação ao tamanho de cada cômodo. Muitas soluções como esta – como portas-balcão, “bay windows”, e outras – podem dar mais charme e sofisticação ao lar.

Nas fachadas – para aproveitar melhor a luz natural -, pode-se fazer grandes panos transparentes em placas ou até mesmo tijolos de vidro. E para controlar o excesso de incidência solar – além de garantir a privacidade, quando necessário -, uma ideia é utilizar películas, cortinas blecaute e brises. 

Lembrando que este controle também reduziria a temperatura dos ambientes, sem que seja preciso o uso de aparelhos de ar-condicionado.

A luz natural também pode ser levada ao interior das edificações através de aberturas nas coberturas.

Um primeiro exemplo que pode ser aqui citado são as mansardas – geralmente instaladas em sótãos. Também as iluminações zenitais de todo o tipo – como os tetos solares, as claraboias e os poços de luz para jardins de inverno, onde se pode colocar muita vegetação.

O que muitos ainda não sabem é que existe até um tipo especial de concreto conhecido como “translúcido”. Esta trata-se de um material à base de concreto, mas com propriedades transmissoras de luz, pois possui em sua composição elementos de fibra óptica.

Assim sendo, um pouco da luz solar é capaz de trespassar a camada maciça do elemento construtivo e deixar os interiores das edificações mais claros.

Então, o que acha destas ideias? Está convencido de que vale a pena apostar em iluminação natural para arquitetura? 

Então, mantenha as cortinas abertas, os vidros limpos e deixe os raios de sol entrar dentro do seu lar. E use panos de espelho e móveis de superfícies de acabamento liso e brilhoso para deixar os cômodos com uma sensação visual de ainda mais claridade.

A economia de energia vai valer a pena!

(Fonte: Organizze)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Reajuste do Plano SaneSaúde fica abaixo da Inflação

Com vistas a permitir a manutenção do equilíbrio atuarial e financeiro, a Fundação informa que...

Fusan comemora 40 anos com novo site

A Fusan está comemorando bodas de esmeralda. São 40 anos prezando pelo propósito, que é...