Suas Economias atraindo mais “Sorte” para você!

Suas Economias atraindo mais “Sorte” para você!

k-s31-ice-45001-job12-id-162701-jpeg

Suas Economias atraindo mais “Sorte” para você!

Muita gente passa a vida inteira reclamando que não têm sorte, que nunca estão no lugar e nem na hora certa, que as boas oportunidades sempre batem na porta do vizinho e nunca na deles. É, esta percepção sobre a “sorte” é muito comum, mas não podemos deixar que isto vire uma desculpa.

A verdade é que a sorte e as oportunidades são aleatórias, não escolhem as pessoas pela classe social ou localização e nem são racistas ou preconceituosas. Não há uma votação secreta dos deuses para saber quem será o próximo agraciado. As oportunidades estão em todo lugar, a toda hora, para todos.

Mas algumas pessoas se preparam e conseguem percebê-las de uma forma melhor e aproveitá-las mais eficazmente. São as nossas ações (preparação, treinamento, estudo, pesquisa, trabalho, perseverança, entre outras) que aumentam a nossa chance de encontrá-las.

Vamos dar um exemplo: o caso das “galinhas mortas”.

Todo mundo fala que é necessário economizar dinheiro para que consigamos conquistar nossos sonhos, nossos objetivos de consumo. Mas não somente para isso, esta economia também é muito importante para garantir uma renda em nossa aposentadoria, além de funcionar como um “seguro” para cobrir despesas devido a alguma eventualidade (acidente, doença, desemprego repentino etc.).

Mas uma outra razão muito importante para que tenhamos uma poupança em dinheiro é conseguir aproveitar as oportunidades que aparecem ao longo da vida e que, muitas vezes, não são planejáveis: as famosas “galinhas mortas”. Elas não aparecem sempre, mas quando surgem é preciso ter um dinheiro “vivo” para agarrá-las.

E elas podem surgir de várias formas:

– pode ser um carro cujo dono precisa vendê-lo para pagar uma dívida ou para comprar um apartamento (pois vai casar …) e, por isso, abaixa o preço deste bem;

– ou um apartamento cujos donos conseguiram um emprego no exterior, e querem vender todos os bens rapidamente, mesmo que a um menor preço, pois não sabem quando voltarão para o País;

– ou então, das viagens para o exterior, que porventura tenham uma queda abrupta por causa de crise, obrigando as operadoras a fazer grandes descontos para pelo menos cobrir o custo operacional;

Tudo isso pode estar acontecendo à nossa volta, mas se você não tiver um dinheiro economizado, sobrando mesmo, provavelmente não vai poder aproveitá-los. Afinal, na maioria dos casos não vale a pena fazer dívida para poder pagar por estas barganhas.

Comece hoje. Crie o seu fundo “galinha morta”, e vá colocando nele um dinheiro para ser usado naqueles “negócios da china” que vão surgindo no nosso caminho. E entre definitivamente para o grupo de pessoas “sortudas”!

(Fonte: Minhas Economias)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/
 

Últimas notícias

Joaçaba adere ao Viva Mais Multi Prefeituras

Agora foi a vez de Joaçaba assinar o Convênio de Adesão ao Viva Mais Multi...

Assinatura eletrônica nas contratações de Empréstimos também no APP Fundações Sanepar

Em julho deste ano implantamos a assinatura eletrônica nos contratos de empréstimos efetivados via autoatendimento,...