Sonhar! A fórmula que faltava para sua vida financeira decolar

Sonhar! A fórmula que faltava para sua vida financeira decolar

Wait-Waiting-Man-Relax-Sitting-Seaside-Wall-371229

Sonhar! A fórmula que faltava para sua vida financeira decolar

Como você já sabe, grande parte do meu tempo é dedicada de forma intensa ao fomento da educação financeira como mudança de atitude e comportamento.

Vejo alguns exemplos de pessoas que conseguiram progredir na vida e muitos casos de pessoas que estão afundadas em dívidas e problemas que nascem a partir delas. Aliás, acredito que mais de 90% dos problemas das pessoas nascem com a questão financeira – mesmo que ninguém perceba isso em um primeiro momento.

E posso afirmar com convicção que essas pessoas que encontram dificuldades e insucesso estão nesse cenário porque não possuem definidos os seus objetivos de vida – aquilo que querem alcançar a partir do controle de sua vida financeira. Poucos sonhos, nenhum objetivo, nenhuma razão para poupar.

A importância de sonhar

Sonhar não custa nada. Não custa, mas deveria custar. Claro, custar no sentido de se criar um objetivo e saber quanto ele vale sob o aspecto financeiro.

Se você quer algo, é preciso saber quanto custa este algo, para então poupar e chegar lá. Saber quantificar o seu sonho é o grande passo para finalmente concretizá-lo.

Liste sonhos de curto, médio e longo prazos.

Veja um exemplo: sonhos de curto prazo são aqueles do cotidiano, como trocar uma TV ou um eletrodoméstico qualquer. Os sonhos de médio prazo são aqueles em que o fator tempo possibilita um planejamento maior – normalmente algo em torno de 5 anos. Uma viagem para toda a família é um bom exemplo de um sonho que pode ser encarado como de médio prazo.

Os sonhos de longo prazo, como o próprio nome diz, levam mais tempo até se concretizarem. Em compensação, com valores menores poupados e investidos em um prazo maior, podemos alcançá-los. Um bom exemplo para demonstrar o sonho de longo prazo é a independência financeira, que pode e deve ser conquistada durante boa parte de sua vida. Considero os sonhos de longo prazo aqueles que necessitam de mais de 10 anos para serem alcançados.

Sonhar é fácil e realizar o sonho também pode ser. Alguns critérios podem ajudá-lo:

•Anote o seu sonho. Pegue lápis e papel e mãos à obra;
•Deixe seu sonho em local de acesso constante. Que tal colocar o papel em cima de sua mesa de trabalho, dentro de sua agenda?
•Separe os sonhos em curto, médio e longo prazo;
•Divida seus sonhos com sua família, afinal é importante que todos possam trabalhar em prol da sua realização;
•Transforme seus sonhos em prioridades e viva intensamente suas realizações.

Conclusão

É claro que um sonho precisa ser planejado e sua estrutura de vida precisa estar adaptada a essa nova forma de lidar com o dinheiro. Mas, mesmo quem está endividado precisa iniciar a poupança com um objetivo, com um sonho que faça todo esforço fazer sentido.

Quero DESTACAR: mesmo quem está com dívidas, não pode nunca deixar de sonhar, e até por conta disso deve fazer o melhor planejamento para sair dessa situação incomoda.

Quem poupa por poupar (sem um objetivo) acaba sempre perdendo o foco e a possibilidade de realizar algo verdadeiramente importante na vida. Como já escrevemos antes, o melhor investimento é mesmo guardar dinheiro, mas para isso é fundamental saber onde se pretende chegar. Poupar sem objetivo é poupar para nunca realizar. Pense nisso!

(Fonte: Dinheirama)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Reajuste do Plano SaneSaúde fica abaixo da Inflação

Com vistas a permitir a manutenção do equilíbrio atuarial e financeiro, a Fundação informa que...

Fusan comemora 40 anos com novo site

A Fusan está comemorando bodas de esmeralda. São 40 anos prezando pelo propósito, que é...