Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Orçamento familiar: monte seu time e arrase nas finanças

Orçamento familiar: monte seu time e arrase nas finanças

hghbh

Orçamento familiar: monte seu time e arrase nas finanças

Em tempo de Copa do Mundo, você pode escalar seu time em casa para caprichar no orçamento familiar! Com objetivos definidos, planejamento, estratégia, união e muito treino, os resultados serão surpreendentes!

Todos podem participar do planejamento financeiro

Crianças e adultos podem participar do planejamento financeiro familiar, conhecendo melhor o orçamento doméstico, sabendo como o dinheiro é gasto e encontrando alternativas de economizar. É possível contar com o envolvimento e a colaboração de todos, respeitando o grau de maturidade de cada um.

Passo a passo do planejamento financeiro familiar:

1. Definam objetivos.

2. Construam a planilha de orçamento.

3. Criem o hábito de conversar sobre dinheiro, sobre os objetivos que definiram e as formas de concretizá-los.

4. Encontrem, todos juntos, formas de economizar no dia a dia, e cortar gastos em casa.

5. Procurem analisar resultados de tempos em tempos, para ajustar estratégia se necessário.

Como economizar em família?

É possível economizar no dia a dia, com pequenas atitudes que, no final do mês, podem fazer uma grande diferença. Confira:

• comer menos fora de casa: a sugestão é preparar deliciosas refeições em família, que são boas para a saúde e ainda proporcionam excelentes momentos juntos;

• otimizar o uso do carro: experimentem trajetos que possam conciliar compromissos de cada integrante, um dando carona ao outro; utilizar mais transporte coletivo e criar o hábito da caminhada também ajuda bastante!

• pesquisar preços: antes de comprar, avaliem bem a necessidade de cada produto e verifiquem se há opções mais baratas, com a mesma qualidade. Não esqueçam de negociar, também, condições de pagamento.

• reduzir despesas: família deve avaliar, no orçamento, quais despesas podem ser eliminadas, mesmo que temporariamente, e as que conseguem reduzir.

• economizar água e luz: observem o tempo no banho, fechem a torneira enquanto ensaboem a louça, acumulem roupas para lavar na máquina ou para passar tudo de uma vez. Substituam as lâmpadas pelas econômicas, procurem manter a casa aberta para aproveitar a luz natural, desliguem os eletroeletrônicos quando não estiver usando.

• rever hábitos: verifiquem, no seu dia a dia, quais gastos podem ser reduzidos. Avaliem como vocês utilizam o dinheiro e se têm o hábito de comprar por impulso.

• levar lista no supermercado: em função dos preços altos, uma revisão detalhada dos gastos da família no supermercado pode fazer uma grande diferença no final do mês. Restrinjam-se ao necessário.

• avaliar serviços contratados: assinatura de revista, serviços de TV a cabo e internet, plano de saúde etc. São tantos os serviços pelos quais pagamos em nosso dia a dia, que nem nos damos conta. Verifiquem, um por um, a possibilidade de negociar preços, cogitando a troca de fornecedor ou de pacote se valer a pena.

(Fonte: Finanças Praticas)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Julho Amarelo: Mês de luta contra as hepatites virais

Julho Amarelo: Mês de luta contra as hepatites virais. A campanha “Julho Amarelo” foi instituída...

Sonhos: a educação financeira pode ajudar?

A educação financeira pode trazer diversos benefícios para você e para sua família: possibilitar o...