O brasileiro e sua relação emocional com as finanças

O brasileiro e sua relação emocional com as finanças

postcor

O brasileiro e sua relação emocional com as finanças

Na economia comportamental observamos que grande parte dos problemas relacionados a dinheiro que hoje enfrentamos tem relação com a forma que fomos ensinados a lidar com ele ainda quando crianças. A educação financeira ou a falta dela na infância reflete diretamente na economia e até mesmo na vida emocional dos brasileiros.

Qual a relação emocional do brasileiro com as finanças?

Em 2020 um estudo do Itaú Unibanco em parceria com o Datafolha e a Consultoria Box1824 recolheu dados de 2.071 brasileiros (49% homens e 51% mulheres) de 16 a 65 anos das classes A, B, C, D e E de quatro capitais do país. No estudo, foram levantados alguns dados da relação emocional do brasileiro com o dinheiro.

Dos entrevistados, 49% evitam falar sobre dinheiro para evitar ficar triste e 46% preferem nem olhar o próprio dinheiro por acreditarem estar fazendo algo de errado. Além disso, 97% têm dificuldade de lidar com o próprio dinheiro e 23% vivem uma luta para superar as dívidas.

Os dados revelam que grande parte dos entrevistados admitem que sua relação com dinheiro não é boa, sendo que nota média de avaliação dos entrevistados da gestão do próprio dinheiro é de apenas 6,4.

Conclusão

O Brasil possui um grande desafio de mudar este olhar dos brasileiros para as suas próprias finanças, e o planejamento financeiro pode transformar esta visão pessimista em otimista, trazendo o indivíduo do ambiente de dúvidas para um ambiente de clareza em todas as áreas da vida financeira.

(Fonte: trecho Organnize)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Reajuste do Plano SaneSaúde fica abaixo da Inflação

Com vistas a permitir a manutenção do equilíbrio atuarial e financeiro, a Fundação informa que...

Fusan comemora 40 anos com novo site

A Fusan está comemorando bodas de esmeralda. São 40 anos prezando pelo propósito, que é...