Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Finanças pessoais: Dicas que vão te ajudar a economizar em 2021

Finanças pessoais: Dicas que vão te ajudar a economizar em 2021

finance2021blog

Finanças pessoais: Dicas que vão te ajudar a economizar em 2021

O ano de 2020 não foi fácil. A pandemia e a crise financeira decorrente do isolamento social afetou todo o Brasil. Do fechamento de negócios às taxas históricas de desemprego, manter as finanças em dia foi um desafio. Com a proximidade do final do ano, muitas pessoas aproveitam o dinheiro do 13º para comprar roupas, presentes, reformar a casa e fazer festas.

Porém, em 2020, segundo dados da Boa Vista, quase 80% dos brasileiros pretendem gastar menos que em 2019. A pesquisa foi realizada com 400 consumidores e apontou que o valor médio de gastos com o fim do ano será de R$ 545,49, contra R$ 564,96, em 2019.

Segundo o educador financeiro Caio Katayama, essa diminuição tem relação direta com a pandemia e o desemprego. “A pandemia trouxe muitas dificuldades para a população, com muitas pessoas desempregadas e a inflação aumentando, as compras de fim de ano, seja com presentes ou na alimentação deve diminui. Mesmo com uma parcela da população ainda está recebendo o auxilio emergencial, é importante se preparar financeiramente para não começar o ano com dívidas”, comenta Katayama, que também é fundador da Ótris Soluções Financeiras.

1. Pesquise quais são os descontos para pagamentos à vista: Se você esta interessado em comprar presentes, procure antes conhecer as formas de descontos que as lojas oferecem. Lembre-se que o ideal é não realizar empréstimos ou utilizar o cheque especial, pois os juros cobrados são muito altos.

2. Guarde o dinheiro do 13º/ auxilio emergencial: Quando o consumidor ganha o décimo terceiro ou as últimas parcelas do auxílio emergencial é instintivo gastar o dinheiro que entrou com as compras de fim de ano. Mas, o mais indicado é fazer as contas, quitar ou renegociar o que esta pendente e se programar para comprar os presentes. Além disso, é recomendado calcular os gastos e negociar os melhores descontos com a credora e, se possível, pagar tudo à vista. Um consumidor com as contas controladas tem a renda livre para se planejar.

3. Crie listas: Não se deixe ser levado pelas propagandas, não compre nada por impulso. Organize em uma lista o valor que tem para gastar, desde a lista de supermercado até os presentes. Quanto mais se organizar, menor será a chance de ser pego de surpresa.

4. Use o cartão de crédito com moderação: o cartão de crédito possui uma das taxas de juros mais altas do mercado. Então, é preciso fugir do alto limite e não se empolgar nas compras, logo que essa atitude pode impactar no futuro não tão distante, logo que no começo do ano, impostos como IPTU e IPVA chegam.

5. Seja disciplinado: Além de criar listas, o educador orienta que as pessoas mantenham o foco e sigam todas as dicas. É preciso pensar nos gastos como algo a se evitar e nas dividas como um obstáculo a ser enfrentado.

(Fonte: Jornal Contábil)

Comente, até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Quer aprender a cuidar do seu dinheiro de forma simples e leve?

A Abrapp-Associação Brasileira de Entidades Fechadas de Previdência Complementar acaba de lançar site exclusivo sobre...

Conheça os Candidatos aos Conselhos das Fundações Sanepar

Já estão disponíveis no site das Fundações as informações dos candidatos aos conselhos. Além de...