Conheça 6 dicas para se tornar um motorista sustentável

Conheça 6 dicas para se tornar um motorista sustentável

Mulher dirigindo um carro

Conheça 6 dicas para se tornar um motorista sustentável

Preservar o meio ambiente não é uma tarefa puramente governamental. Todos nós podemos ajudar com grandes e pequenas atitudes. Se tornar um motorista sustentável é uma delas.

O trânsito tem um papel considerável no desgaste ambiental que afeta o mundo todo. Isso porque veículos movidos a combustíveis fósseis emitem uma série de gases poluentes a partir do processo de combustão. O dióxido de carbono (CO2) é o principal vilão e está diretamente relacionado com aquecimento global e efeito estufa.

A ideia é aplicar no trânsito os conceitos de sustentabilidade e reduzir ao máximo a emissão de substâncias nocivas ao meio ambiente. Mudanças simples no nosso comportamento são essenciais para que isso aconteça.

Como se tornar um motorista sustentável em 6 passos

1. Não acelere tanto

Um detalhe pequeno como pisar fundo no acelerador pode contribuir com o aumento da poluição. Basta acelerar com calma para colocar o carro em movimento. Assim você poupa um pouco mais de combustível e evita que as peças se desgastem. Quando tudo está em ordem, o veículo emite menos gases prejudiciais.

O efeito é bem notável se você dirige em estradas. O consumo de gasolina a 100 km/h é 20% maior do que a 80 km/h – o que pode fazer uma enorme diferença também para o seu bolso.

2. Planeje a trajetória

Essa é uma forma simples de diminuir o gasto de combustível e o desgaste do carro. Com tecnologia de GPS acessível em diversos aplicativos gratuitos, você consegue estabelecer uma rota mais curta e evitar engarrafamentos com facilidade. Veículos ligados por muito tempo afetam o meio ambiente mais do que você imagina.

3. Faça manutenção e calibre os pneus

O bom funcionamento do seu veículo depende de revisões mecânicas periódicas. Qualquer problema interno fora do normal contribui para a emissão de gases causadores do efeito estufa em maior escala.

Outro hábito importante é calibrar os pneus: eles exigem mais combustível para rodar quando murchos. Uma calibragem a cada 15 dias já é suficiente e vai, inclusive, te ajudar no controle das finanças.

4. Abasteça em bons postos

Sempre escolha postos reconhecidos e de ótima procedência. Isso é uma garantia de que o combustível não é adulterado. Um produto original emite menos gases e evita que você tenha problemas mais sérios com o veículo. Danificar o motor é um dos incômodos que gasolina ou etanol falsificados podem provocar.

5. Utilize menos ar-condicionado

Muita gente prefere climatizar o ambiente interno do carro com ar-condicionado mesmo quando não está tão frio ou calor. Mas veja: o aparelho ligado consome cerca de 20% a mais de combustível. Desativá-lo pelo menos em dias amenos é uma necessidade e torna o trânsito significativamente mais sustentável.

6. Escolha o carro com cuidado

Pensando em financiar o primeiro carro ou trocar por um modelo mais novo? Pesquise com atenção. Pensar em sustentabilidade ambiental remete a carros econômicos.

Uma alternativa é apostar em veículos elétricos ou híbridos. Os elétricos deixaram de ser um sonho distante e já estão conquistando bastante espaço no mercado automotivo.

Modelos desse tipo utilizam bateria para funcionar e não emitem nenhum poluente no processo de rodagem – o que não significa que sejam 100% sustentáveis. O grande desafio é lidar com a poluição das fábricas e com o próprio descarte das baterias. De qualquer forma, o impacto na natureza é menor do que o causado pelos combustíveis fósseis.

(Fonte: Tribuna do Paraná UOL)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Reajuste do Plano SaneSaúde fica abaixo da Inflação

Com vistas a permitir a manutenção do equilíbrio atuarial e financeiro, a Fundação informa que...

Fusan comemora 40 anos com novo site

A Fusan está comemorando bodas de esmeralda. São 40 anos prezando pelo propósito, que é...