Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

 6 formas de evitar doenças circulatórias comuns no inverno

 6 formas de evitar doenças circulatórias comuns no inverno

drinkteawoman

 6 formas de evitar doenças circulatórias comuns no inverno

As estações do ano e as mudanças climáticas são fatores capazes de afetar diretamente a nossa saúde e bem-estar. Seja com a chegada de alergias na época do outono ou com o bronze na pele conferido pelo verão, cada período pede cuidados e prevenções específicas.

O inverno, por exemplo, é bastante conhecido por gerar complicações respiratórias, como gripe e resfriado. Porém, apesar de não ser muito comentado, as baixas temperaturas desta estação também impactam a circulação corporal, especialmente nas pessoas que apresentam quadros de obesidade e sedentarismo, favorecendo problemas como infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

“O tempo frio estimula a contração dos vasos sanguíneos, principalmente das artérias periféricas. Quando há excesso de gordura na parede das artérias, isso atrapalha ainda mais o sangue de chegar até alguns tecidos”, explica a cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

De acordo com a especialista, o corpo transmite alguns sinais que alertam o comprometimento da circulação, como dormência ou inchaço nos membros, formigamento nas mãos e nos pés. “No caso de câimbras, dor ao caminhar, paralisia ou fadiga muscular pode ser um indício de arteriosclerose”, conta.

Aline explica que o tratamento para as doenças circulatórias pode ser feito por meio de medicamentos ou cirurgia, mas que a prevenção segue sendo a parte principal no cuidado com o corpo – principalmente para as pessoas que possuem doenças que causam a obstrução das artérias.

Confira a seguir as dicas dadas pela especialista para evitar problemas na circulação durante o inverno:
Como melhorar a circulação sanguínea no inverno

1- Escolha roupas adequadas

O uso de roupas apertadas pode comprimir os músculos das pernas e cintura, prejudicando a circulação dessa região. Portanto, opte por peças confortáveis e que sejam feitas de um material que ajude na prevenção do frio.

2- Cuide da alimentação

O consumo de alimentos ricos em fibras, como cereais e legumes, auxilia na melhora da digestão, prevenindo o aparecimento de uma série de doenças que afetam a circulação corporal. Além disso, consumir gorduras poliinsaturadas, como óleos vegetais, ajuda no controle do colesterol.

3- Pratique exercícios físicos

Realizar atividades físicas de maneira regular é parte essencial no controle da circulação sanguínea do corpo. Caso haja restrição médica, respeite as orientações e pratique exercícios leves, como caminhadas e alongamentos.

4- Tenha um bom controle médico

Pessoas com problemas de hipertensão e diabetes devem controlar e checar diariamente o seu quadro de saúde, observando o aparecimento de possíveis mudanças que causem impacto no funcionamento do organismo.

5- Beba água

Consumir uma boa quantidade de água, que pode variar entre 2 e 3 litros diários, ajuda no controle da pressão sanguínea, já que o líquido é capaz de regular a densidade do sangue. 

6- Atenção com as meias elásticas

É comum que pessoas com problemas de circulação sanguínea façam o uso de meias elásticas. Porém, quando usadas sem orientação médica, elas podem causar piora no quadro de saúde. Desta forma, consulte um profissional antes de utilizá-las.

(Fonte: Minha Vida)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA TERÇA-FEIRA!

Últimas notícias

Quer aprender a cuidar do seu dinheiro de forma simples e leve?

A Abrapp-Associação Brasileira de Entidades Fechadas de Previdência Complementar acaba de lançar site exclusivo sobre...

Conheça os Candidatos aos Conselhos das Fundações Sanepar

Já estão disponíveis no site das Fundações as informações dos candidatos aos conselhos. Além de...