5 Armadilhas do pensamento atrapalham o seu enriquecimento

5 Armadilhas do pensamento atrapalham o seu enriquecimento

image-from-rawpixel-id-116647-jpeg

5 Armadilhas do pensamento atrapalham o seu enriquecimento

As armadilhas do pensamento ou distorções cognitivas são uma forma errada de interpretar a realidade. Assim, as distorções cognitivas são pensamentos que não estão de acordo com os fatos, mas você pensa e enxerga eles como reais.

Todos estão sujeitos a distorcer a realidade, seja generalizando, minimizando suas qualidades, catastrofizando, desconsiderando o aspecto positivo de algumas situações, se rotulando ou rotulando os outros ou até mesmo fazendo uma leitura mental, convicto que sabe o que o outro está pensando.

Para enriquecer é preciso mais do que dinheiro, é preciso saber como administrá-lo, como investi-lo e, principalmente, saber quais pensamentos e crenças que você tem estão atrapalhando o seu processo de enriquecimento.

As cinco armadilhas que podem funcionar como um obstáculo para o seu objetivo de enriquecer são:

1 – Polarização (pensamento dicotômico, 8 ou 80):

Enxergar as situações em duas categorias apenas. Percebe os fatos ou pessoas de modo absolutista, em termos de tudo ou nada.

Exemplos: se eu não tiver uma boa quantia para poupar, melhor nem poupar. Se não for para ser milionário, nem vou investir. As pessoas são ricas ou pobres, não existe o meio termo!

2 – Advinhação:

Previsão negativa do futuro. Adiantar problemas que talvez nem aconteçam.

Exemplos: não vou conseguir enriquecer. Estou investindo nessa corretora, mas dará tudo errado!

3 – Rotulação:

Põe um rótulo rígido e global em si, nos outros ou numa situação.

Exemplos: sou desorganizado. Sou gastador. Ela é mão de vaca. 

4 – Desqualificação do Positivo:

Qualidades ou experiências positivas não contam ou são “triviais”.

Exemplos: eu consegui economizar 500,00 este mês, mas isso não é nada! Economizei dinheiro da reforma pedindo desconto, mas isso qualquer um faz! Invisto mensalmente no Tesouro Direto, mas isso não importa porque é fácil!

5 – Hipergeneralização: 

Considerar um evento específico como um padrão geral. Uma característica específica em uma situação é considerada como um padrão que acontece em todas as situações.

Exemplos: todas as pessoas que tem dinheiro são ricas de berço. Eu nunca consigo poupar dinheiro.  Todos os pobres são preguiçosos. Todo rico é corrupto.

As distorções cognitivas podem acontecer em todas as áreas da sua vida. Preste atenção em quais são esses pensamentos distorcidos que vem à sua mente, porque eles influenciam diretamente na forma com que você se sente e, portanto, se comporta. Imagine que você tem como ideia qualquer um dos pensamentos exemplificados, como você se sentiria, qual seria a sua provável atitude pensando assim?

O que fazer se você perceber que tem cometido essas distorções? Primeiro, identificar os seus pensamentos distorcidos, após isso perceber como eles influenciam suas emoções e comportamentos e, por fim, buscar técnicas para corrigir esses pensamentos irreais, e torná-los mais funcionais e realistas. Desta maneira, você melhora o seu humor e suas emoções e se permite ter novos comportamentos, atitudes mais coerentes com seu objetivo de enriquecer.

(Fonte: Me Poupe na Web)

Comente,

até breve…muito breve! /*–*/

Últimas notícias

Assinatura eletrônica nas contratações de Empréstimos também no APP Fundações Sanepar

Em julho deste ano implantamos a assinatura eletrônica nos contratos de empréstimos efetivados via autoatendimento,...

Fusan apresenta o Plano Gera aos aposentados do IDR

Nesta semana a Fusan esteve presente em Londrina e Maringá, nos dias 02 e 03...