ACESSO RÁPIDO

Estudos apontam que tomate ajuda a prevenir o câncer de próstata

Início / Blog / Estudos apontam que tomate ajuda a prevenir o câncer de próstata

Estudos apontam que tomate ajuda a prevenir o câncer de próstata

Tomates são excelentes para a nossa saúde, não importa como são consumidos. Este fruto suculento contém teor baixíssimo de calorias (apenas 22 em cada um) e de carboidratos (menos de 5 g). Além disso, é rico em vitamina C, que protege o corpo contra lesões causadas pela glicose no sangue, e em licopeno, integrante da família dos carotenoides, como o betacaroteno.

Benefícios do tomate para a saúde

Tomates são uma fonte abundante de fitoquímicos. Os nutrientes presentes neste fruto atuam juntos na proteção do organismo contra o câncer, obstrução de artérias e problemas de pele. Estudos adicionais também indicam que a ingestão de tomate pode reduzir o risco de surgimento da osteoporose e da asma, melhorar a circulação e ainda reduzir inflamações.

Pesquisas já comprovaram que o ácido clorogênico, encontrado em grande quantidade em tomates recém-colhidos, pode proteger o organismo contra o câncer ao inibir toxinas ambientais como a nitrosamina, presente na fumaça do cigarro.

O ácido ferúlico e caféico são outras duas substâncias químicas anticancerígenas presentes no tomate. Os estudos apontam que elas podem ajudar a melhorar a produção de enzimas que combatem o câncer.

A vitamina C, presente na substância gelatinosa que envolve as sementes do tomate, ajuda a evitar doenças cardíacas, infecções respiratórias, câncer de pele e perda de visão.

Um poderoso aliado na prevenção do câncer de próstata

Um estudo realizado pela Universidade de Harvard constatou que homens que consumiam tomate e produtos derivados ao menos duas vezes por semana apresentavam risco entre 24% e 36% mais baixo de desenvolver câncer de próstata.

Em um outro estudo realizado com 48.000 homens, durante seis anos, constatou que aqueles que consumiam 10 ou mais porções (1 xícara por porção) por semana de produtos de tomate tiveram uma redução de 45% no risco de câncer de próstata. Segundo os pesquisadores, o segredo pode estar na quantidade de licopeno presente no fruto.

Abundante nos tomates, o licopeno pode ser um antioxidante mais potente que o betacaroteno – pigmento bioativo que ajuda a prevenir a acne, alguns cânceres (estômago, pâncreas) e perda de visão.

Um estudo revelou que homens que consomem alimentos ricos em licopeno reduzem pela metade os riscos de infarto do miocárdio. Outros estudos indicam ainda que o licopeno pode prevenir o câncer de próstata. O suco de tomate, em especial, é fonte concentrada de licopeno.

Tomate oferece algum risco à saúde?

O tomate oferece poucos riscos e contraindicações, desde que consumido com moderação. No entanto, pessoas com a doença do refluxo gastresofágico (DRGE) devem evitar o alimento devido à sua acidez, que pode intensificar a sensação de desconforto, queimação e causar refluxos. Embora seja raro, pode haver casos de pessoas com alergia ao tomate e, nesses casos, também devem evitar o tomate e seus derivados.

Pessoas com diverticulite podem comer tomate desde que tomem cuidado para retirar as sementes, evitando assim que elas fiquem alojadas nas alças do intestino.

O consumo de tomate verde também não é recomendado. Isso porque, antes de amadurecer, o tomate possui uma substância que chamada solanina, que pode provocar diarreia, vômitos e outros distúrbios gastrointestinais.

Como incluir tomate na sua alimentação

Há diversas formas de incluir o tomate na sua alimentação. Você pode consumi-lo cru, cozido, na forma de suco ou molhos. Veja abaixo algumas dicas saborosas:

  • Inclua fatias de tomates ou tomates-cereja em saladas de folhas e de macarrão.
  • Prepare molhos frescos caseiros e rápidos. Veja aqui como fazer 5 versões de molho de tomate que vão te conquistar.
  • Marine tomates sem pele em uma mistura de azeite de oliva, suco de limão, alho ralado, sal, pimenta e orégano e sirva como entrada ou acompanhamento.
  • Sirva tomates fatiados com mozarela light, vinagre balsâmico e azeite de oliva no lanche.
  • Faça uma pizza com tomates em pão árabe. Pincele o pão com azeite de oliva e cubra com fatias de tomate e cebola. Polvilhe com manjericão e queijo parmesão ralado e ponha no forno.
  • Cozinhe tomate fresco com açúcar, canela e raspas de laranja para preparar uma geleia saborosa e doce.
  • Misture suco de tomate e suco de cenoura e coloque na geladeira. Sirva como uma refrescante sopa de verão com tomates picados e iogurte.
  • Faça um molho rápido para salada: combine extrato e suco de tomate, azeite de oliva, vinagre balsâmico e manjericão fresco picado, hortelã ou cebolinha.
  • Molhe o pão no azeite de oliva com alho, cubra com extrato de tomate e ponha para grelhar. Coloque tomate fresco picado por cima.

Como escolher o tomate

Na hora de escolher o tomate verifique se ele está firme e brilhante. Se estiver é porque está no ponto ideal. Os mais vermelhos servem para consumo imediato ou para preparar molhos e sopas.

Tomates devem ser conservados fora da geladeira e após cortados devem ser refrigerados, mas não congelados para não perder o sabor e nutrientes, dentro de um saco plástico com furos.

Como maximizar o benefícios

O licopeno é mais bem absorvido em formas concentradas de tomate, como extrato, suco, molho, sopa e ketchup. No entanto é preciso tomar cuidado com as versões industrializadas que podem conter um alto teor de sódio e conservantes. O calor e o óleo facilitam a absorção do licopeno e do betacaroteno, apesar de parte da vitamina c se perder.

Atenção!

Embora diversos estudos comprovem a relação entre o consumo de tomates e a redução de incidência do câncer de próstata, as principais formas de prevenção da doença ainda são: ter uma alimentação saudável equilibrada, praticar atividade física, manter o peso adequado à altura, reduzir o consumo de álcool e não fumar.

(Fonte: Seleções)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA SEXTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog