ACESSO RÁPIDO

Feedback: porque é tão importante dar e receber? Inclusive nas finanças

Início / Blog / Feedback: porque é tão importante dar e receber? Inclusive nas finanças

Feedback: porque é tão importante dar e receber? Inclusive nas finanças

Experimente fazer uma experiência: escolha três pessoas próximas a você – pode ser uma que faça parte da família, outra que seja da equipe de trabalho, e outra que você encontre eventualmente em algum curso, academia ou algo do tipo.

Depois pergunte individualmente a cada uma como ela te descreveria e se poderia listar três pontos positivos e três pontos a melhorar. Diga que é muito importante que seja verdadeira e procure ouvi-la cuidadosamente. Como você tenderia a receber os pontos positivos? E os negativos?

Pois bem, estamos falando informalmente de feedback. O quanto você sabe dar ou receber, caro leitor?

Feedback: algo fundamental

Antes de refletirmos a respeito do tema, vamos pensar um pouco sobre a sua importância. Dizem que a nossa imagem no mundo tem muito mais a ver com o que os outros pensam de nós do que o que nós mesmos pensamos de nós.

Quando recebemos um feedback de alguém a respeito de nossas atitudes, da forma como fazemos as coisas, significa que estamos recebendo uma informação importante acerca de nossa imagem, percebe?

No mundo corporativo é comum a prática de dar e receber feedback, e ele pode ser uma ferramenta importante de melhorias, desde que seja dado ou recebido de forma correta. Ou seja, a crítica, quando existe, deve ser construtiva, nunca para simplesmente humilhar alguém, mas sempre visando à melhoria.

Você precisa ter um retorno sobre sua vida pessoal

Esquecemos, porém, que além do mundo corporativo, existem uma série de situações e áreas em nossas vidas nas quais o feedback também poderia existir e nos ajudar a enxergar a nós mesmos de uma outra forma.

Outro dia, por exemplo, um colega me falou: “Acho que você está sendo muito crítico com relação às pessoas à sua volta. Sempre diz que cada um tem seu tempo e sua história, mas perceba como tem feito com as pessoas mais próximas”.

Foi uma crítica extremamente construtiva, e eu agradeço o feedback deste colega, pois se não fosse isso, talvez eu não tivesse percebido algumas coisas em meu modo de agir. Talvez eu também estivesse falhando na hora de dar feedback aos que estão ao meu redor, percebem?

No lugar de simplesmente criticar. Daquele dia em diante passei a me policiar mais quanto às críticas. E você? Será que está dando oportunidade para entender melhor o que tem feito?

E na área financeira?

Na verdade podemos usar o feedback em muitas áreas da vida, inclusive a financeira. Quantas vezes cobramos dos outros o que não conseguimos fazer, mas nem percebemos? “Ele só gasta dinheiro à toa”; “Ela não consegue guardar nada para o futuro”; “Eles são muito ambiciosos”.

Falamos e julgamos sem conhecer o outro lado da história e, especialmente, sem fazer uma autoanálise.

Pode estar faltando receber um bom feedback ou dar um bom feedback para tornar as coisas melhores, percebe?

Quem tem filhos, por exemplo, pode ter neles ótimos indicadores. Basta perguntar e deixar que falem. Como será que eles acham que você lida com dinheiro? Será que a imagem que está passando a eles é realmente aquela que gostaria? Está na hora de começar a perguntar!

Separei algumas dicas para que você consiga dar e receber feedback de forma positiva. Vamos lá?

1 – Feedback deve ser dado de forma rápida

Isso significa que se algo que mereça feedback aconteceu, este deve ser dado o quanto antes. Não adianta muito falar sobre uma situação que aconteceu hoje somente daqui a dois meses. Não espere muito.

2 – Não jogue a culpa no outro

No lugar de dizer “Você tem me aborrecido com essas atitudes”, diga “Eu me sinto aborrecido com essas atitudes”. É uma mudança pequena, mas os especialistas dizem que tem um bom efeito.

3 – Seja claro

Vá direto ao ponto, não faça rodeios nem confunda a pessoa falando sobre coisas sem sentido. Diga o que tem incomodado e peça algumas mudanças de atitude.

4 – Elogie antes

Todo mundo tem um lado bom e também sabe fazer coisas de forma positiva. Procure ressaltar esta parte antes e depois os pontos a serem melhorados.

5 – Não leve para o lado pessoal

Muitas vezes recebemos um feedback e achamos que algo pessoal, simplesmente porque “fulano” não vai com nossa cara. Acalme-se, respire, ouça com atenção, e não leve para o lado pessoal.

6 – Considere uma oportunidade

Receber feedback pode ser ótimo para entender melhor a imagem que temos passado e melhorar alguns pontos importantes. Agradeça, observe o que faz sentido dentro do que foi falado, e parta para a melhoria.

7 – Pergunte para outros

Se a mensagem que recebeu o desagradou e você acha que não é justa, escolha mais algumas pessoas e pergunte a ela se acham que faz sentido o feedback recebido. Esteja com os ouvidos abertos para receber o que disserem e, a partir daí, parta para a ação.

(Fonte: Dinheirama)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog