ACESSO RÁPIDO

Construa uma saída

Início / Blog / Construa uma saída

Construa uma saída

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.

Quão difícil é a vida hoje em dia. Quem não tem um problema ou uma situação complicada a resolver? Quem não perde noites de sono pensando em soluções difíceis de encontrar?

A tendência natural é o lamento, a busca da razão dos infortúnios e, até, sentir pena de si mesmo.

Também me abato com os reveses do caminho, mas quando isso acontece, me lembro de uma frase: nunca devemos rezar suplicando cargas mais leves e sim ombros mais fortes.

Há somente duas opções de tratarmos as provas que surgem em nosso caminho: encará-las ou lamentá-las.

A maioria das pessoas fica no último grupo, sofrendo e perdendo tempo, já que não há mal que sempre perdure. E a saída é olhar de frente para o problema e solucioná-lo; ou esquecê-lo. Simples assim.

Lembram da frase de nossos avós? O que não tem solução, solucionado está!

Pois é a pura verdade. Quando não encontrar saída, construa outra. Sabe como? Mudando o foco.

O oposto da vida não é a morte. É a covardia de não viver, de não seguir em frente. De deixar de lutar. De parar de sonhar.

Sonhos são gratuitos. Mas transformá-los em realidade tem preço.

A vida só não perdoa os que não têm coragem de vivê-la. Os que, abatidos, não querem se levantar. Afinal, quem vai crer em quem não crê em si mesmo?

(Fonte: Cbn - Coluna Renato Follador)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

COMPARTILHE: 

Últimas do blog