ACESSO RÁPIDO

4 efeitos negativos que o refrigerante zero tem sobre sua saúde

Início / Blog / 4 efeitos negativos que o refrigerante zero tem sobre sua saúde

4 efeitos negativos que o refrigerante zero tem sobre sua saúde

Segundo pesquisas, o brasileiro consome cerca de 2 latas por dia. Aí você pensa: “Mas eu só tomo o refrigerante diet. Sem calorias e sem açúcar…”. Parece uma opção de bebida se você deseja emagrecer e evitar o açúcar, certo?

Errado. Por baixo daquela espuma “borbulhante” com cor de caramelo, o refrigerante diet/light/zero traz um conjunto de efeitos colaterais que podem prejudicar sua saúde.

1. Alterações na microbiota intestinal

De acordo com um estudo publicado no periódico científico Nature, os adoçantes artificiais presentes nos refrigerantes zero açúcar desregulam a flora intestinal, favorecendo a intolerância à glicose. “No médio e longo prazo, esse fator aumenta o risco de obesidade e de diabetes”, explica Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo

2. Ganho de peso na região abdominal

Apesar de não conter calorias, a bebida não é uma aliada da balança. Uma pesquisa publicada na revista científica American Journal of Geriatrics Society acompanhou um grupo de americanos por 9 anos e descobriu que quem consumia refrigerantes sem açúcar apresentou, ao final do período, uma circunferência abdominal maior do que aqueles que optaram por outros tipos de refresco.

3. Aumento da compulsão por açúcar

Um outro estudo, dessa vez da Universidade de Illinois, também nos Estados Unidos, chegou à conclusão de que quem pede por refrigerantes zero na intenção de reduzir o número de calorias ingerido durante o dia acaba extrapolando no açúcar durante as refeições. “Os adoçantes artificiais despertam o desejo por alimentos cada vez mais doces, fazendo com que o cérebro realize escolhas menos saudáveis e mais calóricas com o passar do tempo”, explica Renato.

4. Comprometimento da saúde óssea

O consumo de refrigerantes – tanto regulares quanto zero açúcar – está associado a uma densidade óssea precária. “Isso provavelmente se deve ao fato de que quem bebe muito refrigerante dá prioridade a esse tipo de bebida em detrimento a outras que fazem bem à saúde, a exemplo do leite”, supõe Renato. O especialista ainda revela que pesquisadores da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, descobriram que mulheres que ingeriam mais de três doses de refrigerante à base de cola por dia tinham uma densidade mineral óssea 4% menor no quadril quando comparadas à quem preferia outros líquidos.

(Fonte: Boa Forma)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA QUINTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog